Silvio Berlusconi e seu amigo Giampaolo Tarantini (cliquem nos links para ver matérias originais sobre o caso)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

é assim que funciona.
você é rico, poderoso e tem o país em suas mãos. já passou da idade de estripulias sexuais, mas como é rico e poderoso e tem o país nas suas mãos, nada que um tingimento nos cabelos – ou o que restam deles – não resolva. além do que, os melhores ternos ajudam a compor um tipo masculino atraente para as “mulheres” de 17, 18, 19 e 20 anos. talvez “mulheres” de 16, nunca se sabe…
as moças – não importa se de luxo ou de lixo – são bonitas e muito jovens.
são – se possível – estrangeiras de origem pobre. e talvez na ilegalidade no país em que o tal é rico, poderoso e dono do país.
o tipo tem um amigo que produz a festança com as mulheres de programa para o rico, poderoso e dono do país de 75 anos. entre 2008 e 2009, o amigo, produtor sex party, gastou mais de 29 mil euros com essas brincadeiras. tudo para assistir (de dar assistência) para o rico, poderoso e dono do país.
os jornais dão amplo destaque para isso. e o motivo é simples. primeiro, escândalos sexuais atraem audiência. segundo, isso ocorre com o dono do país. terceiro, esse cara rico, poderoso e que tem o país nas mãos é a representação do sonho de muitos. ele fez, faz, tudo o que o povo queria fazer. ser rico, poderoso, ser dono de um dos times de futebol mais famosos do mundo, e comedor: além de ter o país nas mãos.
mas há outro nicho do povo que quer mesmo a segurança de um emprego e comida na geladeira. e acha que esses escândalos provam que o comandante do país não tem um pingo de moral (de que moral estamos falando?). esse nicho do povo que não concorda com os exageros do senhor de 75 anos também acha que o país tem problemas muito maiores do que os dele.
já o tribunal do país prefere manter a ordem, pressionados pela imprensa, e não vai aceitar que o dono do país minta para a nação. essa é a acusação recente. que ele teria mentido para uma autoridade judicial. qual foi a mentira? que ele não participou, nem financiou, nem organizou nenhuma festinha particular de putaria com meninas – maiores ou menores de idade, estrangeiras ilegais ou legais ou não estrangeiras. de modo algum. quem? meu amigo? é só um empresário que facilitava prostitutas e “moças de televisão” para políticos de esquerda e direita porque, segundo palavras do amigo empresário: as acompanhantes + cocaína eram a melhor forma de ter êxito na vida. esse êxito eram os favores que agraciavam seus próprios negócios de empresário.
o amigo chegou a declarar que o tal poderoso não sabia que as meninas cobravam para transar. é claro, elas todas estavam derretidas pelo charme irresistível do velhote. os advogados do poderoso alegaram que ele era apenas um utilizador final dos serviços prestados pelo amigo com suas meninas. evidentemente todas elas apaixonadas pelo chefão.

sexo e drogas sempre compraram e sempre vão comprar qualquer poderoso, rico e [email protected]%*& da pu*&% que se acha dono de qualquer país, estado ou cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.